citymaus:

“Velo Chic” by Malika Favre, 2012.

citymaus:

“Velo Chic” by Malika Favre, 2012.

(via bikes-cycling)

Bicicletas e comboios

@Lisbon Cyclechic - Miguel Barroso


Sempre que a conversa salta para a mobilidade em bicicleta, muitos amigos meus dizem logo “ah, e tal, mas eu moro muito longe”. Claro que para a maioria das pessoas, fazer mais de 10Kms, é uma tarefa pouco apelativa. O que eu e outros que já andam de bicicleta há muito tempo (ou que apesar de terem começado agora, são já entusiastas) fazemos – longas distâncias – não são referência para o comum dos cidadãos. A bicicleta apresenta a sua maior vantagem, em deslocações até aos 5kms. Claro que em culturas diferentes, tais distâncias constituem-se como um obstáculo menor. Mas a realidade que temos, é a de uma sociedade de costas voltadas para as duas rodas, e se queremos que esta assuma uma posição de destaque, temos de trabalhar com o que há.


Entra em cena o binómio bicicleta-comboio. São dois veículos que se complementam de um modo quase perfeito. A bicicleta confere ao comboio a flexibilidade que este não tem, e este permite vencer distâncias que de bicicleta seriam pouco convidativas (ou temporalmente ineficazes).

Se a nível urbano, este problema já foi resolvido há algum tempo (é permitido o transporte de bicicletas nos comboios urbanos de Lisboa e Porto), já quando as distâncias são maiores, a situação complica-se.

Nos Regionais, também é permitido o transporte, mas fazer viagens um pouco mais longas recorrendo a esta solução, pode revelar-se penoso, podendo uma viagem de Lisboa ao Porto, demorar duas ou três vezes mais do que se fôssemos de Alfa Pedular (AP) ou no Intercidades (IC). Para não falar que certos destinos deixaram de ter serviço regional (como por exemplo, o Algarve)

Assim, para quem queira fazer viagens um pouco mais longas, e queira transportar  a bicicleta, vê-se impedido de o fazer de um modo simples no AP ou no IC – quer dizer, até o pode fazer… se levar uma bicicleta dobrável, ou se desmontar a sua bicicleta e a empacotar! Mais uma vez, os entusiastas, podem até não gostar de desmontar a bicicleta, mas desenrascam-se – agora se queremos promover a utilização da bicicleta, estas coisas não podem ser geridas assim – temos que facilitar a intermodalidade ao comum dos cidadãos, que apesar de se deslocar de bicicleta, muitas vezes nem sabe desmontar uma roda, muito menos tem uma caixa ou um saco para lá a colocar. Convenhamos, é mesmo muito pouco prático, ir a pedalar até à estação e ao chegar lá, ainda ter de desmontar e empacotar a bicicleta! Tal como para andar de bicicleta não deve ser necessário equipamento desportivo ou especial, para viajar com ela de comboio, também não deverá ser!

Neste sentido, o Pedro Sanches realizou um inquérito a cerca de 2.000 pessoas, sobre este tema. Os resultados podem ser vistos na página da FPCUB, que apoiou e promoveu esta iniciativa.Paralelamente a este inquérito, tem a decorrer um outro em redes online a nível europeu envolvendo portugueses e outros europeus a residir no estrangeiro e com interesse em visitar Portugal de bicicleta e poder alternar a bicicleta com o comboio em certos percursos e distâncias.

A FPCUB, tem também conhecimento de que há já estudos realizados na CP, para a implementação de soluções para este problema – o transporte de bicicletas nos AP e IC. O diálogo entre as duas entidades sempre existiu e se hoje em dia o transporte de bicicletas é possível (e gratuito) nos comboios urbanos, muito se deve aos esforços envidados pela FPCUB.

Adicionalmente, está a decorrer uma Petição para a criação de condições de transporte de bicicletas em todos os comboios da CP, promovida pela MUBi, que em conjunto com o inquérito do Pedro Sanches, e com testemunhos que surgem um pouco por todo o lado, demonstram que há bastante interesse nesta questão. Vamos esperar que em breve surjam os resultados destes esforços todos, e que qualquer pessoa possa optar, de um modo simples e sem complicações, pelo comboio como complemento à sua mobilidade em bicicleta.

I Like The Way This Is Going

Recordam-se da primeira vez que andaram de bicicleta?

Miramar / Vila Nova de Gaia - 31/07/2012

Miramar / Vila Nova de Gaia - 31/07/2012

"OPORTO CYCLE CHIC, dirigido a todos aqueles que a cada momento da sua vivência cosmopolita e social se preocupam não só com a imagem mas também com a saúde."

contactos:
info@oportocyclechic.org

twitter.com/OportoCycleChic

view archive



Contactos e informações /

Cycle Chic Manifesto /

Mensagem - organização

Dúvidas